segunda-feira, 31 de maio de 2010

Enfim, luz


Depois de muita dor de cabeça, e estresse com a empresa de energia elétrica, hoje eles, finalmente, ligaram a minha luz. E tem mais, a construtora já colocou o barracão da obra também, e as pedras do alicerce, depois de toda essa evolução, estou rindo à toa. Quando tiver fotos eu coloco aqui.
A planta eu vou postar até o final de semana.

foto: www.sxc.hu

sábado, 29 de maio de 2010

Esperança

Não sei porque, mas eu ainda tinha esperança que minha construção começasse essa semana, mas já deveria saber que numa obra, nada é como a gente espera, sonha, idealiza... Já estava até imaginando a primeira pedra postada aqui essa semana, quanta ilusão a minha.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Vamos ao que interessa

Este post é para responder às perguntas da Cátia, e como não sei como responder só para ela, e quem sabe também não seja útil para mais alguém, colocarei aqui mesmo.
O terreno é de um empreendimento chamado Residencial Ibiza aqui em Gravataí, organizado pela empresa Consplan Empreendimento Imobiliários, não chega a ser um loteamento fechado, mas pagamos uma pequena mensalidade para manter a vigilância e também contribuir para a Associação de Moradores do Loteamento. Eu comprei direto deles, sem burocracia alguma, apenas dei uma entrada e estava pagando uma parcela mensalmente.
Como eu já tinha o terreno (estava pagando ainda) procurei uma arquiteta, fiz uma planta, do meu jeito, cheguei a dar entrada na prefeitura, e fui atrás de construtoras, porque ir atrás de pedreiro, ficar vistoriando, tendo que sair para comprar desde prego até fossa, não é comigo, pois não tenho tempo. Chegando na construtora descobri que meu projeto era totalmente inviável financeiramente, ultrapassava totalmente o orçamento, resultado, pagar outra planta, novamente taxas na prefeitura e me adequar ao que eu poderia pagar (a planta vou colocar em post futuro). Fiz tudo novamente com assessoria da construtora, que se eles merecerem eu dou os créditos no futuro. Eles me indicaram uma despachante (que foi a melhor coisa que fiz, pois a quantidade de papel que tem que se correr atrás para conseguir financiamento é infindável, e em parte me livrei dessa correria). A nova planta foi feita pela arquiteta deles que já encaminhou para a prefeitura, depois só esperei pelas aprovações, tanto da prefeitura, e depois da Caixa (a quitação do terreno entrou no financiamento). Tudo ok.
Descobri que ao assinar o contrato na Caixa, os primeiros quatro meses eu só pago juros, ficando um valor bem abaixo da prestação real.
Ontem peguei a escritura, que maravilha ver meu nome lá.
Vou parar por aqui, pois já está virando um livro.

Dúvidas

Estou muito feliz e saltitante, já tenho seguidores. Obrigada pessoal, pela atenção de vocês, e podem ter certeza que ficarei muito feliz com as opiniões e ideias de vocês.
Mas vamos ao título do post, como sou nova aqui, estou tendo dificuldades com algumas coisas, e se puderem me ajudar eu agradeço muito. A primeira é como eu viro seguidora de uma seguidora minha, por exemplo a Priscilla, ela me deixou um comentário, mas não sei como faço para saber qual é o seu blog. Alguém sabe?
A segunda é como faço para aparecer as postagens recentes dos blogs que eu sigo, eu vejo isso nos blogs em geral, não descobri o nome daquela coluna na lateral. Será que conseguiram me entender?
A terceira é como faço para responder uma pergunta que alguém me fez, mas de forma particular, sem ter que postar.
Acho que é isso, por enquanto.

domingo, 23 de maio de 2010

O Terreno

Como só tenho o terreno, e nada de começar a construção, vou postar as fotos dele. Já tive algumas dores de cabeça antes mesmo de começar a construção, uma delas foi a ligação da luz. Meu poste foi colocado na mesma posição que todos os outros do residencial, e adivinha o que falaram dele: disseram que eu tinha que afastá-lo mais dois metros para dentro do terreno, qual minha surpresa, porque só o meu? A resposta da RGE - que é a empresa fornecedora de energia aqui - isso depende da equipe que foi ligar. Quê!!!!!!
Não deveria haver um padrão, assim pensava eu, mas como a ligação é feita por empresa terceirizada, a RGE só teve isso como resposta, estou arrasada. Mais tempo disperdiçado, grana disperdiçada e minha alegria também. Amanhã, a empresa que vendeu e colocou o poste, irá removê-lo e colocá-lo dois metros para dentro do terreno, e mais uma vez será solicitada a ligação para a luz. Quero ver eles fazerem a leitura com dois metros e meio de distância depois que colocarmos a grade, ou muro, ainda não está decidido.
O terreno depois da terraplanagem. Ao lado o vizinho já está construindo.


O primeiro buraco feito para o poste.



O poste que segundo a equipe que foi ligar a energia, terá de ser removido.

O começo

Faz mais de dois anos que decidi comprar um terreno (financiado claro, pois à vista  seria impossível, sou o tipo de pessoa que não consegue economizar um centavo), e de lá para cá, sempre estive planejando uma forma de construir a minha casinha. Tinha consciência que se construísse com recursos próprios, demoraria muitos anos para conclui-la, por isso resolvi tentar um financiamento pela Caixa Econômica Federal, e em outubro de 2009 começou a minha saga atrás de financiamento e construtoras. Parei na primeira, pois tinha ótimas recomendações e me apaixonei por eles. Como eu tinha poucos recursos, e o finaciamento não poderia passar de cem mil reais, meu projeto foi bastante limitado, abri mão de quase tudo que eu gostaria que tivesse na minha casa (com exceção de três quartos, pois tenho um casal de filhos - farei uma postagem para apresentar minha família). A arquiteta da construtora fez uma planta, eu aprovei, mesmo não sendo a dos meus sonhos, mandamos para a prefeitura, que também aprovou - em 26 de novembro de 2009. Entrei com os documentos na Caixa dia 03 de fevereiro deste ano e, no dia 14 de abril assinei o contrato de financiamento pelo programa Minha Casa Minha Vida e, agora dia 13 foi liberado o dinheiro para a quitação do terreno, e também foi feito a escritura . Espero ansiosa pela colocação da primeira pedra do comeco de minha obra.