quarta-feira, 27 de outubro de 2010

\o/ \o/

Gente, eu não sei nem como dizer o quanto estou feliz hoje.

Cheguei no trabalho de manhã, e logo em seguida recebi uma mensagem do Henrique perguntando se eu tinha recebido um e-mail dele, antes de mais nada corri para olhar meus e-mails, e nem acreditei no que eu estava vendo.

O Henrique é uma pessoa maravilhosa, está sempre de alto astral, e faz de tudo para me agradar, eu sei que tenho um gênio terrível que às vezes nem eu me aturo, e não entendo como ele ainda tem paciência comigo, haja amor.

Mas, voltando ao assunto, vou começar do começo, sábado enquanto passávamos a terceira demão de tinta nas paredes internas da casa intimei ele a procurar o Marcelo (pessoa que nos vendeu o terreno através do plantão de vendas do residencial, e que fez a terraplanagem para nós, sem cobrar nada) e ver se ele faria a calçada para nós, pois há um padrão de calçada no bairro, e como o Fábio não toma jeito, estava desistindo de esperar por ele. E também disse para o Henrique procurar alguém que fosse com uma retroescavadeira para colocar a fossa e o filtro no lugar, pois são enormes e pesados, só com máquinas para movê-los, sem contar o tamanho do buraco para comportar os dois (cada tem 1,20x1,5m).

Continuando na segunda o Henrique procurou o Marcelo, mas descobriu que ele não trabalha na segunda, mas já se informou sobre a calçada e ficou certo que eles fazem para nós, e o melhor, parcelado em três vezes. Ontem eu e o Henrique não nos falamos pois ele tinha um show com os filhos mais velhos dele (então quando chegou em casa eu já estava dormindo).

E, a história continua com o e-mail do Henrique que continha as fotinhos abaixo:




Tá, tudo bem, sei que não é grande coisa, e nada garante que o Fábio vai lá terminar as outras caixas de inspeção, mas valeu pela surpresa que o Henrique me fez.